Ads Top

Pegada mais antiga da América do Sul é encontrada no Chile

 (Foto: Karen Moreno / Plus One)

 

Uma pegada humana de 15,6 mil anos foi encontrada em Osorno, sul do Chile. A descoberta fornece mais evidências de que as pessoas chegaram às Américas muito antes do fim da Era do Gelo.

Isso porque, até então, a evidência mais antiga da população da América do Sul tinha pelo menos mil anos a menos que a pegada recentemente encontrada. "Embora ainda existam controversas, evidências do povoamento da América do Sul durante o Plestoceno [período compreendido entre 2,588 milhões e 11,7 mil anos atrás] tardio estão ganhando mais aceitação com base em pesquisas interdisciplinares renovadas em sítios arqueo-paleontológicos clássicos ou recentemente descobertos", afirma o estudo.

Leia mais:
Ossada encontrada na Amazônia sugere povoamento da região há 10 mil anos
Pesquisadores encontram restos de cobra em fezes fossilizada de humano

O sítio de Osorno contém restos de mastodontes e cavalos, animais comumente caçados, e pedras — que podem ter sido ferramentas —, o que criou as suspeitas de que humanos poderiam ter vivido ali em tempos muito antigos. Por isso a equipe de Karen Moreno, da Universidade Austral do Chile, resolveu estudar a localidade, e acabou descobrindo a marca no solo em 2011.

 (Foto: Karen Moreno / Plus One)

 

Foram necessários oito anos e nove experimentos para que o time determinasse a idade e a procedência da marca. Segundo os especialistas, a pegada só pode ter sido feita por um homem de mais ou menos 70 quilos, já que nenhum animal da América do Sul produziria algo semelhante.

Embora a pegada em si não possa ser datada, a camada de sedimentos em que foi encontrada estava acompanhada de sementes, madeira e um pedaço de crânio de mastodonte, que fornecem uma idade consistente. Moreno atribuiu a pegada ao Hominipes modernus, classificação dada a parentes relativamente próximos dos Homo sapiens.

Curte o conteúdo da GALILEU? Tem mais de onde ele veio: baixe o app Globo Mais para ler reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publicações da Editora Globo. Você também pode assinar a revista, a partir de R$ 4,90, e ter acesso às nossas edições.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.