Ads Top

Poderíamos um dia viver sem ar?

Como muitos dizem, para morrer, basta estar vivo. Quantas vezes você já não se surpreendeu com a notícia de que um conhecido da família morreu? Era uma pessoa saudável e que parecia ter uma longa vida pela frente, mas o destino não permitiu que isso se concluísse. As causas dessas mortes são várias. Maus súbitos, ataques cardíacos e há também aqueles casos em que as pessoas morrem afogadas. Imagine o quão agoniante deve ser morrer sem ar? Será que seríamos capazes de um dia viver sem ar? Foi quase isso que ocorreu com o mergulhador Chris Lemons.

O homem passou alguns minutos sem oxigênio no fundo do mar. Muito mais tempo do que qualquer ser humano suportaria. Diante disso, é importante nos questionar. Seria possível então sobreviver por mais tempo que isso, um dia todo?

O acidente

Chris Lemon trabalhava junto de uma equipe de mergulho no poço de Petróleo de Huntington, na Escócia. O mergulhador trabalhava na tubulação que coletava o petróleo. Não era o mais experiente da equipe, mas já tinha trabalhado no ramo há 8 anos. Sendo que, durante o último ano e meio, ele havia participado de nove mergulhos em águas profundas, o que é muito perigoso e requer uma certa experiência.

Era um dia normal de trabalho, para ser mais específico ainda, dia 8 de setembro de 2012. No entanto, o que era apenas mais um dia de trabalho, se tornou um dia assustador! O mar estava revolto e isso causou uma série de problemas que quase culminaram na sua morte. Lemons estava com outro amigo trabalhando em reparos na tubulação, quando o sistema de comunicação com os mergulhadores soou o alarme. Algo não estava saindo como planejado. Os mergulhadores então tentaram voltar para a estrutura de segurança, mas o cordão de oxigênio de Lemons acabou ficando preso em um pedaço de metal.

O companheiro de mergulho de Lemons tentou ajudá-lo, mas não conseguiu. O cordão do homem estava embolado com outros fios e o movimento do barco piorou tudo. Até que o cordão não aguentou e se rompeu. A única reação do mergulhador foi girar a maçaneta do seu tanque de gás de emergência. O problema é que o suprimento que tinha duraria apenas 6 ou 7 minutos. O mergulhador até tentou chegar a superfície, mas o mar agitado não cooperava com isso. Ele então decidiu se acalmar e tentar conservar o pouco oxigênio que lhe restara.

Sem ar

Talvez você não saiba, mas quanto mais estressados e agitados, mais oxigênio consumimos. Por isso, a ideia de ficar calmo e não se movimentar tanto, foi muito assertiva. Ainda assim, a situação era preocupante. Alguém precisava socorrê-lo em no máximo sete minutos! Mas não foi isso o que ocorreu. Lemons usou os últimos minutos de ar e sentiu como se estivesse prestes a adormecer. Demorou 30 minutos até que a tripulação do barco recuperasse o controle e então fosse em busca do mergulhador.

Quando seu colega de mergulho o encontrou, ele estava azul e não respirava. O homem então realizou a técnica de ressuscitação, a respiração boca a boca e para a alegria de todos, Lemons voltou à consciência. O mergulhador estava grogue e via algumas luzes piscando, não entendia porque seu colega de trabalho estava tão assustado e cansado. Foi só um tempo depois que ele tomou consciência de tudo o que havia ocorrido.

Mas afinal, como ele foi capaz de sobreviver tanto tempo sem ar? Acontece que a água estava gelada, aproximadamente abaixo dos 3°C. Isso pode ter feito com que o corpo do mergulhador se resfriasse rapidamente. Quando isso ocorre, nossa atividade metabólica cai significativamente, assim como nosso consumo de oxigênio. As águas frias e a alta pressão podem ter cooperado para que ele conseguisse armazenar uma grande quantidade de oxigênio que serviu de extra quando sua reserva acabou.

Então querido leitor, se você pensa em se aventurar no fundo do mar, muito cuidado. Você não vai conseguir sobreviver muito tempo sem ar. Felizmente, Lemons conseguiu, mas uma série de fatores estavam a seu favor. Caso contrário, essa seria mais uma história trágica.

Essa matéria Poderíamos um dia viver sem ar? foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.