Ads Top

Uruguai: cinco fatos para conhecer o país

Plaza Independencia, em Montevidéu, capital do Uruguai (Foto: Fulviusbsas/Wikimedia Commons)

 

Segundo menor país da América do Sul, o Uruguai tem menos território que muitos estados brasileiros. Seus 3,5 milhões de habitantes estão concentrados principalmente na capital, Montevidéu, e na região metropolitana, na qual vivem 1,8 milhão de pessoas. Conheça a história e algumas curiosidades sobre o país:

Colonizado em 1516
Os espanhóis chegaram ao Uruguai em 1516, que até então era habitado por índios charruas, chances e guaranis. A primeira colônia foi estabelecida mais de um século depois, em 1624, na região de Soriano. Pouco depois, em 1680, portugueses fundaram a colônia de Sacramento, e deram início a uma constante disputa entre Espanha e Portugal. Em 1821, chegou a ser ocupado e anexado ao território do Brasil, região chamada de Província Cisplatina. Durou pouco: quatro anos depois, os brasileiros foram expulsos e, em 1828, foi oficialmente reconhecido como país independente pelo Tratado de Montevidéu. 

Ditadura militar
A partir da década de 1970, o país sofreu uma forte desestabilização econômica, o que levou o então presidente Jorge Pacheco declarar estado de emergência no país. Em 1973, em meio à crise econômica e política, as forças armadas dissolveram o Congresso e estabeleceram um regime civil-militar, que durou até 1985. Houve suspensão das liberdades civis e ao menos 180 uruguaios foram mortos no período.

Especial América Latina:
+ Paraguai: cinco fatos para conhecer o país
+ Argentina: 6 questões essenciais para conhecer o país

Bandeira do Uruguai (Foto: Public Domain/Uruguayan law 9.739/Wikimedia Commons)

 

Retorno à democracia
Após a rejeição de uma nova constituição elaborada pelos militares, eleições nacionais foram realizadas em 1984, e no ano seguinte o país voltou a ter uma democracia com a presidência de Julio María Sanguinetti.

Ideais progressista
O Uruguai é um dos países mais progressistas da América do Sul, pioneiro em adotar medidas de direitos civis. Em 1907, foi o primeiro a legalizar o divórcio. Em 1932, o segundo país de toda a América a dar às mulheres o direito de votar. Em 2007, foi o primeiro país sul-americano a legalizar uniões civis entre pessoas do mesmo sexo. E, em 2013, aprovou o casamento entre pessoas do mesmo sexo e foi o primeiro país do mundo a legalizar o cultivo, a venda e o consumo de cannabis.

Segundo a Transparência Internacional, é o país menos corrupto da América Latina. É também o que tem maior qualidade de vida e desenvolvimento na América Latina, quando a desigualdade é considerada. O atual presidente é o médico Tabaré Ramón Vázquez Rosas, líder do partido de esquerda Frente Ampla.

Pecuária e clima ameno
A geografia uruguaia é marcada por colinas baixas, conhecidas como coxilhas, e pradarias (grandes trechos de terra plana com capim baixo) ideais para a criação de bovinos e ovinos. Inteiramente dentro de uma zona temperada, tem clima ameno e com as estações do ano bem marcadas, embora temperaturas extremas sejam raras.

Acompanha tudo da GALILEU? Agora você pode ler as edições e matérias exclusivas no Globo Mais, o app com conteúdo para todos os momentos do seu dia. Baixe agora!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.