Ads Top

11 Pratos que eram considerados “do povão” e agora podem custar muito caro nos restaurantes

Muitos dos alimentos que são caros hoje em dia, já foram considerados pratos populares antigamente. O salmão, por exemplo, era um alimento bem popular na Escócia, bem como a pizza era considerada um alimento para os menos favorecidos na Itália. Veja a seguir alguns pratos que eram considerados de “pobre” e agora são “gourmet”, vendidos a altos preços nos restaurantes de todo o mundo.

1 – Pizza

A pizza era o prato principal dos italianos menos favorecidos, e não era considerada um prato sofisticado. Mas tudo mudou quando Margherita di Savoia, a primeira Rainha Consorte da Itália, resolveu experimentar um prato popular, e seu cozinheiro preparou uma pizza para ela.

As cores dos ingredientes lembravam a bandeira da Itália. A rainha gostou tanto da refeição que o prato foi nomeado em sua homenagem: Margherita – e se tornou marca registrada da Itália. Alguns restaurantes hoje em dia cobram muito caro pela pizza. O restaurante Proper Pizza NZ, na Nova Zelândia, por exemplo, prepara pizzas com ingredientes incomuns e caros, como trufas negras.

2 – Tamboril

O tamboril tem uma aparência bastante bizarra, mas seu sabor é incrível, e há algum tempo ele se tornou popular entre os apreciadores de uma boa culinária. Antigamente, ele era conhecido como “a lagosta dos pobres”, e na França quiseram bani-lo por conta de sua aparência. Mas hoje os franceses mudaram de ideia e o servem como um prato gourmet bem caro.

3 – Sushi

O sushi foi incluído no cardápio dos melhores restaurantes há pouco tempo. Antigamente, ele era consumido principalmente por humildes pescadores japoneses. Os preços do sushi dispararam em meados do século XX. Dizem que isso se deve ao estabelecimento de laços estreitos entre o Japão e outros países e ao afluxo de turistas.

4 – Sopa de cebola francesa

Antigamente, a sopa de cebola era considerada uma comida muito simples, “do povo”, até que Luís XV, Rei da França, resolveu preparar uma sopa de cebola em caldo de champanhe. Essa sopa foi apreciada pelo Rei Stanislaw da Polônia em uma de suas visitas ao Palácio de Versalhes. Ele adorou a iguaria e pediu a receita ao cozinheiro. Depois, então, compartilhou o segredo com Luís XV.

5 – Tiramisú

A mais provável das teorias é que a sobremesa tenha sida criada em Treviso, Itália, em 1970. E as gemas batidas com açúcar serviam como uma bebida energética para trabalhadores simples da cidade. Posteriormente, renomados chefs italianos deixaram o tiramisú mais “chique” incluindo biscoitos sofisticados, queijos cremosos e café, e hoje é uma sobremesa que faz sucesso em todo o mundo.

6 – Baiacu

O baiacu é um tanto perigoso. No corpo inteiro do peixe está presente uma potente neurotoxina – a tetrodotoxina. O cianeto de potássio, em comparação a ela, não é nada. Japoneses de antigamente sabiam o truque na preparação: o truque está na retirada prévia da glândula de veneno. Eles comiam baiacu muito antes dele começar a ser servido nos restaurantes mais caros. Era um prato comum do cotidiano dos japoneses.

7 – Quinoa

Hoje em dia, muitas pessoas incluem quinoa na sua alimentação em busca de uma vida saudável, e agora graças à publicidade, o valor desse alimento aumentou consideravelmente. Porém, há alguns anos não era bem assim. Esse cereal era considerado alimento exclusivamente para os menos favorecidos.

8 – Bigos

O bigos é o prato nacional da Polônia. Seu antecessor era uma espécie de bigos “desconstruído”, cujo ingrediente principal era o repolho. Tal prato era consumido principalmente pelos mais pobres. As pessoas mais ricas, posteriormente, adicionaram carne e defumados a essa refeição. O prato ganhou status em restaurantes pelo mundo inteiro depois de muito tempo e ganhou até um poema de Adam Mickiewicz.

9 – Queijo Livarot

No século XIX, o queijo delicado de crosta derivada de um fungo vermelho — urucum — era conhecido como a “carne dos pobres”: um dos produtos mais populares da Normandia. Hoje, o Livarot, quase não é encontrado nos supermercados, é produzido em quantidades limitadas. Nos restaurantes, essa iguaria é servida acompanhada somente de vinhos franceses de alta qualidade.

10 – Salmão

Salmão certamente não é um dos pratos mais baratos, mas já foi. Há muito tempo, a classe baixa escocesa era forçada a comer salmão, pois esse peixe era muito abundante no mar da Escócia. Hoje é um prato mais sofisticado e que não é acessível para grande parte das pessoas devido ao seu preço.

11 – Massas

Antigamente, massas salvaram muitos italianos pobres e indigentes de morrer de fome. Eles comiam com as mãos, pois os utensílios da cozinha eram itens inacessíveis para os pobres. A massa virou comida requintada apenas no século XVI, quando nenhum banquete acontecia sem ela.

Quando, então, as fábricas de massa surgiram, o alimento tornou-se um tesouro nacional. Macarrões, preparados de várias maneiras, estão sempre presentes nos menus de vários restaurantes caros.

Fonte: Genial Guru

O post 11 Pratos que eram considerados “do povão” e agora podem custar muito caro nos restaurantes apareceu primeiro em Tudo Interessante.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.