Ads Top

Pernas de T-Rex eram ótimas para longas caminhadas, não para corridas

Pernas de T-Rex eram ótimas para longas caminhadas, não para corridas, o que facilitava sua caça (Foto: Julius Csotonyi, 2020)

 

Um estudo realizado por um grupo de universidades estadunidenses revelou que, ao contrário do que se acreditava, o Tiranossauro Rex não era um bom corredor. Isso porque suas pernas evoluíram para ajudá-los a economizar energia e percorrer longas distâncias enquanto andavam à procura de presas.

O estudo, publicado na revista científica PLOS ONE, afirma que o corpo desses predadores foi otimizado para caminhadas e, por mais que eles corressem, não atingiriam sua velocidade máxima. "Essas adaptações foram feitas para que eles fossem mais resistentes e eficientes. Para eles, era melhor ser um maratonista do que um velocista", disse, em nota, Thomas Holtz, pesquisador e geólogo da Universidade de Maryland.

Pesquisadores sugerem que, ao contrário do que se pensava, as pernas logas de dinossauros grandes eram para economizar energia, e não para correr (Foto: Reprodução/Universidade de Maryland)

 

 

Para realizar a pesquisa, a equipe coletou dados sobre as proporções dos membros, a massa corporal e o andar de mais de 70 espécies de dinossauros terópodes, incluindo o T-Rex. Após isso, analisaram a velocidade máxima de cada um deles, bem como a quantidade de energia que eles gastavam enquanto se deslocavam em velocidades de caminhada mais baixas.

Como resultado, eles perceberam que, entre espécies menores e médias, as pernas mais alongadas foram associadas a corridas rápidas. No entanto, para as espécies de dinossauros maiores, que pesavam mais de uma tonelada, a velocidade da corrida era limitada pelo tamanho do corpo.

Entre os pequenos terópodes, as longas pernas davam a vantagem da velocidade, mas entre os gigantes, os membros posteriores longos permitiam uma locomoção mais eficiente (Foto: Reprodução/Universidade de Maryland)

 

Os autores sugerem que, embora a velocidade fosse uma grande vantagem para os dinossauros fugirem de predadores, os terópodes maiores eram também os mais eficientes na hora da caça. "A economia de energia é muito benéfica porque os predadores tendem a gastar grande parte do tempo procurando por presas", explica Holtz. "Os dinossauros com pernas mais curtas não obtiveram essa eficiência."

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.