Ads Top

Pesquisadores brasileiros têm projeto selecionado pelo Facebook

Da esquerda para a direita, os pesquisadores Pedro Moraes-Vieira, Mariana Boroni e Marcelo Mori
Da esquerda para a direita, os pesquisadores Pedro Moraes-Vieira, Mariana Boroni e Marcelo Mori Reprodução

Um projeto de pesquisa conduzido pelos pesquisadores brasileiros Pedro Moraes-Vieira e Marcelo Mori, do Instituto de Biologia (IB) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e Mariana Boroni, do Instituto Nacional do Câncer (INCA) foi o único da América Latina a ser selecionado pela Chan Zuckerberg Initiative, fundação criada por Mark Zuckerberg e sua esposa, a pediatra Priscilla Chan, que incentiva projetos de ciência e educação ao redor do mundo. 

Ao todo, 29 pesquisas foram selecionadas para estudar os processos inflamatórios no organismo humano. A proposta dos brasileiros é avançar na compreensão da inflamação causada pela obesidade no corpo humano, o que aumenta o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas, diabetes e acidente vascular cerebral (AVC).

"A ideia é analisar células do tecido adiposo em pessoas magras e obesas", explica Pedro Moraes-Vieira. "O próximo passo é identificar as inflamações que existem na pessoa magra e não existem na pessoa obesa para desenvolver terapias específicas". 

De acordo com o pesquisador, foi aprovado um financiamento superior a US$ 500 mil para implantar uma plataforma de análise de célula única na Unicamp, no qual 10 mil células serão mapeadas. "É como se antes trabalhássemos com uma luneta e agora tivéssemos um telescópio de ponta", explica. "Isso pode ser usado para pesquisar outras doenças. A plataforma estará disponível para analisar diferentes patologias, inclusive a covid-19."

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.