Ads Top

Apple deve vender iPhone 12 sem carregador e sem fone na caixa

A Apple não deve incluir o carregador e os fones de ouvido na caixa do iPhone 12. Segundo o analista Ming-Chi Kuo, conhecido por adiantar informações sobre lançamentos da marca, os sucessores do iPhone 11 podem chegar ao consumidor somente com o cabo USB. A Apple não comentou sobre o assunto.

Sucessor de iPhone 11 (foto), iPhone 12 não deve trazer carregador e fone na caixa

Os rumores sobre a remoção de acessórios do iPhone 12 não são recentes. Em maio, informações de bastidores revelaram a possibilidade de a Apple não incluir os fones de ouvido EarBuds na caixa dos próximos telefones da marca. Para compensar os custos, a expectativa é de que a marca ofereça uma promoção para adquirir os AirPods.

Agora, a decisão deve afetar, também, o carregador do celular. De acordo com o analista, a Apple deve remover o carregador que acompanha o smartphone, mantendo somente o cabo USB para carregar a bateria. No lugar, o cliente teria de comprar o acessório separadamente, assim como o fone de ouvido.

O analista explica que a remoção se dá, possivelmente, para reduzir o preço final do produto por conta do aumento nos custos de produção do iPhone 12 devido à conectividade 5G. Para o analista, a alteração é uma alternativa para a Apple vender os novos celulares na mesma faixa do iPhone 11, cujos valores começam em R$ 4.999.

A remoção, ainda assim, pode aumentar o custo final do iPhone 12 ao consumidor, caso mantenham o mesmo preço do iPhone 11. Na Apple Store do Brasil, os EarPods com conector Lightning são encontrados por R$ 249. Já o carregador de 5 watts está à venda por R$ 149 na mesma loja. Confira a soma dos produtos com valores desta segunda-feira (29):

Produto Preço no Brasil Preço nos Estados Unidos
iPhone 11 (64 GB) R$ 4.999 US$ 699
EarPods com conector Lightning R$ 249 US$ 29
Carregador USB (5 watts) R$ 149 US$ 19
Total R$ 5.397 US$ 747 (cerca de R$ 4.075 em conversão direta)

Kuo ainda espera o lançamento de um carregador de parede de 20 watts. Segundo o analista, o acessório irá substituir as tomadinhas de 5 W e 18 W, e deve ser capaz de entregar recargas mais rápidas aos celulares. Além disso, a fonte de energia deve trazer entrada USB-C no lugar do conector USB-A.

Outro celular que deve vir desacompanhado do carregador de 5 watts no futuro é o iPhone SE (2020), ainda de acordo com Ming-Chi Kuo. As gerações atuais do iPad, iPad Air e iPad Mini, porém, não devem ser afetadas e continuarão a trazer com o adaptador de 12 W.

Espera-se que a Apple apresente quatro celulares no segundo semestre de 2020: iPhone 12, iPhone 12 Max, iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max. A expectativa é de que os celulares tragam mudanças no visual, tela de 120 Hz e ficha técnica atualizada, com o recém-anunciado iOS 14.

A data e preço de lançamento do iPhone 12 no Brasil ainda são um mistério.

Com informações: MacRumors e Cnet

Apple deve vender iPhone 12 sem carregador e sem fone na caixa

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.