Ads Top

Correios alertam para golpes de phishing via e-mail e redes sociais

Os Correios avisam em comunicado que e-mails enviados por “Sedex Brasil” ou “Financeiro Correios” vêm se espalhando nos últimos meses como isca para golpes de phishing. Também existem perfis falsos em redes sociais com o nome “Suporte Correios” que prometem ajuda para encomendas a serem entregues, em meio ao aumento de compras pela internet durante a pandemia da COVID-19, causada pelo novo coronavírus.

Correios

Segundo a estatal, muitos e-mails falsos são disparados por contas de nomes como Imprensa Correios, Sedex Brasil, Financeiro Correios e Correios Brasil; as mensagens alegam ter informações sobre tentativas de entrega de encomendas, mas podem tentar roubar dados do usuário. “Trata-se de spam, com links contendo vírus ou agentes maliciosos”, ela afirma.

Além disso, existem perfis falsos que costumam usar o nome Suporte Correios de forma a obter informações de clientes desavisados. A empresa não menciona em que rede social isso acontece, mas como você pode ver abaixo, é algo bem frequente no Instagram.

Essas contas têm poucos seguidores e algumas não possuem nenhuma publicação no feed. Ainda assim, elas poderiam ser uma forma de exibir anúncios falsos no Instagram; golpistas também usam o Nubank e o Caixa Auxílio Emergencial como isca.

Suporte Correios no Instagram

Correios recomendam canais oficiais para contato

A pandemia levou mais pessoas a comprarem através da internet e gerou uma demanda maior por serviços de encomenda. E, desde março, os Correios adotaram mudanças no procedimento de entrega de objetos para evitar o contágio da COVID-19. Isso levou a queixas sobre demora e extravios; a estatal virou alvo de uma investigação do Procon-RJ por causa disso.

Golpistas se aproveitam dessa situação para prometer ajuda a quem está esperando por uma encomenda. Mas, em comunicado, a empresa diz que “não envia mensagens eletrônicas sem prévia autorização do cliente e não dá permissão para que terceiros o façam em seu nome”. Por isso, ela recomenda apagar e-mails suspeitos que pareçam ter vindo dos Correios.

Os perfis falsos são monitorados nas redes sociais e em outros ambientes digitais: “quando identificada esse tipo de violação, a estatal toma as medidas cabíveis, conforme o caso, e as reporta às autoridades de segurança da informação, quando necessário”.

Os Correios têm perfis oficiais no Facebook (@correios), Instagram (@correiosoficial) e Twitter (@correiosbr) que são verificados, ou seja, têm um selo azul ao lado do nome. A empresa também está presente no LinkedIn (@correios) e no YouTube (@correiosoficial). Também é possível entrar em contato por telefone ou por chat.

Correios alertam para golpes de phishing via e-mail e redes sociais

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.