Ads Top

Entenda o que são “comfort series” e como elas afetam seu cérebro

Imagine a seguinte situação: depois de um longo dia de trabalho, cheio de problemas e com um trânsito que te tira do sério, você finalmente chega em casa. Com isso, você não vê a hora de assistir algo leve, como uma de suas séries favoritas e se livrar do estresse. Se identificou com a situação? Se sim, você está sendo sofrendo o efeito das “comfort series”.

De forma resumida, essas são séries que assistimos inúmeras vezes sem enjoar. Nesse caso, elas possuem o poder de nos acalmar e relaxar em qualquer situação. Segundo os psicólogos, Dr. Roberto Debski e Marina Prado Franco, especialista em Terapia Cognitivo Comportamental e Mestre em Psicologia Clínica, respetivamente, há uma explicação científica de como essas séries nos afetam.

Essas séries atingem áreas do cérebro ligadas ao prazer

De acordo com os psicólogos, esse tipo de série estimula o circuito de recompensa cerebral. Ou seja, uma série de estruturas no sistema nervoso central que, ao receber esses estímulos, liberam neurotransmissores. Entre essas substâncias de prazer, podemos citar a dopamina, endorfina e serotonina, que causam sensações de relaxamento, conforto e bem-estar. “Essas sensações geram desejo de mais prazer ainda. E muitas vezes esse é o mecanismo que inicia respostas como as adicções e vícios, que se tornam de difícil controle e fonte de adoecimento, nesses casos”, afirma Debski. “Assistir séries e vídeos pode ser uma forma de prazer dentre outras, sem desenvolver maiores problemas, como também pode se desenvolver uma adicção, o que pode desviar a atenção de outros temas e ações importantes que ficam relegados a um segundo plano. Essa diferença pode ser devido a fatores genéticos, ambientais, sociais e educacionais”, completa.

Esse é o mesmo efeito que acontece quando há o uso de drogas. No entanto, com o uso dessas substâncias o efeito e a dependência são mais intensas. No caso de séries, a liberação dos neurotransmissores que causam prazer e bem-estar podem ajudar. Dessa forma, pelo menos momentaneamente, estressantes e ansiogênicos são reduzidos. Mas, esses são estímulos temporários e voltam quando o efeito dos neurotransmissores passar.

É importante sentir esse tipo de prazer

Segundo os especialistas, é sempre importante realizarmos atividades prazerosas. Mas claro, desde que elas não gerem doenças e vícios. Desse modo, o prazer de assistir uma série que gostamos é bastante recomendado pelos psicólogos, independentemente de ser uma produção de terror ou comédia. “Produções de suspense ou mesmo terror podem ser desconfortáveis para muitos, mas também são muito prazerosas para diversas pessoas, pois também podem liberar os neurotransmissores do prazer e estimular a liberação de outras substâncias como a adrenalina, que acelera o organismo e gera tensão, sensação de suspense, que é altamente prazerosa para alguns e incômoda para outros”, afirma. “É uma questão de predisposição, hábito e temperamento individuais”, completa.

Mas e quando uma série é tão comfort que faz a gente dormir? Nesse caso, se é algo que acontece de vez em quando, não tem problemas. No entanto, quando pensamos a longo prazo, isso pode ser sinônimo de problema. “Dormir assistindo a um filme ou uma série, a longo prazo, pode fazer mal por conta da produção da melatonina, que é o hormônio ligado ao sono, e essa produção pode ser alterada a ponto de não conseguirmos chegar àquele sono profundo, que é o sono realmente reparador”, afirma Franco. Por isso, é necessário um ambiente escuro e livre de sons para termos um sono ideal.

Essa matéria Entenda o que são “comfort series” e como elas afetam seu cérebro foi criada pelo site Fatos Desconhecidos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.