Ads Top

Esse prefeito peruano se fingiu de morto para furar a quarentena e beber com amigos

Recentemente, um um prefeito peruano se fingiu de morto para furar a quarentena e beber com amigos. Depois disso, ele sua tentativa de sair casa tomou conta das manchetes internacionais. Para escapar da polícia, o prefeito deitou em um caixão de madeira como se estivesse morto. No entanto, seu plano falhou e ele e seus amigos foram pegos.

De acordo com a polícia, o plano de Jaime Rolando Urbina Torres, prefeito de Tantara, no distrito de Castrovirreyna, era quebrar o toque de recolher para depois ir beber durante a noite. Contudo, por conta de sua atitude, o prefeito foi bastante criticado por seus eleitores, que acusam o governante de não levar a pandemia de Covid-19 a sério.

Ele não bebeu até morrer, tudo fazia parte do plano

Juntamente com seus amigos, o prefeito Jaime quebrou o toque de recolher e decidiu sair com seus amigos para beber. Entretanto, a brincadeira não durou muito tempo. Isso porque, por volta de meia-noite, moradores da região alertaram a polícia pelo tumulto que o prefeito e seus amigos estavam fazendo. Assim, seus vizinhos decidiram chamar a polícia e os encrenqueiros criaram uma maneira um tanto quanto engenhosa de evitar a prisão.

Uma vez que as sirenes anunciavam a chegada da polícia, Jaime e seus amigos estavam bêbados demais para fugir. Portanto, eles decidiram deitar em caixões de madeira que possivelmente foram feitos para vítimas de Covid-19. Assim, eles esperavam que a polícia os confundisse com vítimas reais do novo coronavírus e apenas os deixassem lá. No entanto, podemos afirmar que como estavam bêbados, o grupo de amigos sumestimou a inteligência dos policiais.

De fato, não é todo dia que você esbarra em uma série de cadáveres deitados em caixões abertos e alinhados ao ar livre. E claro, provavelmente estaria bastante claro que eles ainda estavam respirando. Além disso, eles deviam estar ofegantes pela chegada dos policiais.

Os policiais trouxeram os homens bêbados “de volta à vida”

Depois de encontrarem o prefeito e seus amigos deitados nos caixões, os policiais conseguiram “magicamente”, trazê-los “de volta à vida”. Contudo, antes disso, eles tiraram uma foto do prefeito que viralizou posteriormnete. Afinal, ele estava fazendo o melhor que podia para se fingir de morto. Porém, o melhor que conseguiu foi virar “meme” nas redes sociais. Depois disso, os homens foram presos e ainda não está claro como eles irão responder pelo crime de quebrar o toque de recolher.

Segundo moradores da região, essa não é a primeira vez que o prefeito recebe críticas pela forma que está lidando com a quarentena. Entretanto, podemos afirmar que desta vez, ele se superou. No início do mês, Jaime Rolando Urbina Torres precisou fazer uma pronunciamento de emergência na cidade. De acordo com diversos cidadãos, o prefeito não estaria criando abrigos de emergência e nem postos de segurança para garantir que pessoas de fora da cidade não entrassem na região. Antes que ele pudesse inventar desculpas, seus assessores impediram sua fala.

Trabalhando com prefeito em apenas noves dos últimos 73 dias de confinamento, Torres não parece se importante muito com o que seu eleitores pensam. Muito menos, com a possibilidade de contrair a doença.

Essa matéria Esse prefeito peruano se fingiu de morto para furar a quarentena e beber com amigos foi criada pelo site Fatos Desconhecidos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.