Ads Top

Serpro contrata Amazon para armazenar dados do governo

O Serpro anunciou a contratação da Amazon para serviços na nuvem (cloud) nesta terça-feira (2). A parceria com a Amazon Web Services (AWS) para armazenar dados do governo e demais clientes do setor privado, formalizada após um chamamento público realizado em novembro de 2019, é uma das primeiras etapas “na busca de novas soluções utilizando tecnologia em nuvem”, segundo a empresa.

Serpro

A parceria pretende flexibilizar o fornecimento de soluções da empresa. Com o acordo, o Serviço Federal de Processamento (Serpro) poderá oferecer serviços de computação na nuvem com estruturas de servidores e aplicações da própria estatal e da Amazon aos seus clientes.

Segundo o presidente da estatal, Caio Paes de Andrade, “o setor público, pelas regras que tem de obedecer, acaba ficando lento para determinados assuntos. Obviamente, a tecnologia está muito mais avançada. Se não conseguirmos fazer parcerias, não vamos fazer frente aos desafios que a tecnologia nos impõe”.

A parceria anunciada nesta terça-feira (2) demarca o primeiro estágio na busca por soluções na nuvem da estatal. “O futuro é a nuvem, mas existe um processo de transição. Nesse momento, estamos na fase de analisar quais os sistemas existentes podem ser migrados para o ambiente e quais clientes demonstram interesse por esse serviço”, explica o diretor de Operações do Serpro, Antonino dos Santos Guerra.

A estatal ainda tem outras apostas. De acordo com o diretor, o Serpro pretende oferecer “soluções em inteligência artificial, virtualização de áreas de trabalho e segurança da informação”.

Outras companhias, além da Amazon, estão no radar do Serpro para parcerias seguindo o modelo “parceria de negócios” com base na nova Lei das Estatais (Nº 13.303/2016). São elas a Google, Huawei, IBM, Microsoft e Oracle.

Atualmente, o Serpro atende governos e órgãos federais, como a Receita Federal, Denatran e o Tesouro Nacional, e se encontra no programa de privatização.

Com informações: Serpro e UOL

Serpro contrata Amazon para armazenar dados do governo

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.