Ads Top

Filme de Beyoncé lançado no Disney+ também estará disponível em países da África

O Disney+, plataforma de streaming da Disney, é uma das atrações mais cobiçadas pra quem curte filmes e séries. Mais ainda pra quem não mora em localidades como EUA, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Europa. São estes os únicos locais em que o serviço opera até o momento.

Entretanto, o lançamento do novo álbum visual de Beyoncé, “Black is King“, abrirá uma brecha na regra, fazendo com que a obra chegue também por vias legais a países do continente africano. Visto que a obra “é uma afirmação da resiliência e da cultura negra, com visuais exuberantes”, a intenção da artista, de acordo com o Just Jared, é fazer com que o filme esteja disponível ao público de localidades que de alguma forma serviram de inspiração.

Para isso, foi firmado um acordo de distribuição entre a plataforma americana e empresas como o Canal+ Afrique e outros canais do grupo M-Net. Assim espectadores da África do Sul, Nigéria, Gana, Etiópia, Senegal, Namíbia, Camarões, Libéria, Burundi, Togo, Somália, Benin, Congo, Quênia, Costa do Marfim, Zimbábue, Malawi, Gabão e Cabo Verde terão acesso ao longa logo na data de estreia, no dia 31 de julho.

“Black Is King”

Com roteiro, direção e produção executiva de Beyoncé, “Black Is King” é baseado nas canções que compõem a trilha sonora de “O Rei Leão”, que receberam curadoria da própria cantora. Em um comunicado enviado à imprensa, o projeto foi definido como “um livro de memórias celebrativo sobre a experiência negra no mundo”.

“Este filme é a história de gerações que informa e reconstrói o presente. A reunião de culturas e de compartilhamentos de crenças geracionais. Uma história de como as pessoas mais violadas tem um extraordinário e importante futuro”.

De acordo com a Variety, o álbum visual de Beyoncé reimagina lições de “O Rei Leão” para “jovens reis e rainhas de hoje em busca de suas próprias coroas”. O filme foi produzido ao longo de um ano com um elenco e equipe que representam conceitos como a diversidade e a conectividade.

Participam as modelos Aweng Ade-Chuol, Adut Akech e Naomi Campbell, a atriz Lupita Nyong’o, os cantores Kelly Rowland e Pharrell Williams, bem como a mãe e o esposo, Tina Knowless-Lawson e Jay-Z. Assista ao trailer liberado na manhã deste domingo (19):

O post Filme de Beyoncé lançado no Disney+ também estará disponível em países da África apareceu primeiro em PAPELPOP.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.