Ads Top

Google vai proibir anúncios de software espião e stalkerware

O Google passará a proibir anúncios de softwares e serviços de espionagem a partir de agosto. A companhia anunciou nesta semana mudanças na política de permissão de comportamento desonesto do Google Ads “para esclarecer as restrições de publicidade referentes a spyware e tecnologia de vigilância”.

Google / Codigos Reserva Alternativos Google - Google Fotos

A atualização nas normas do Google Ads visa dar fim à divulgação de tecnologias para espionagem, como stalkerwares. Segundo o Google, a nova versão das regras “proibirá a divulgação de produtos ou serviços comercializados ou segmentados com o objetivo explícito de rastrear ou monitorar outra pessoa ou as atividades dela sem autorização.”

Serão proibidos anúncios de recursos para monitorar informações de terceiros como mensagens de texto, chamadas telefônicas, históricos de navegação na internet, localização, câmeras, microfones e afins sem o consentimento da vítima. Serviços de investigação particular e de controle parental permanecerão liberados.

Em caso de violação da nova regra, o Google não irá suspender a conta imediatamente sem aviso prévio. A companhia explica que o responsável pelo anúncio será notificado com sete dias de antecedência. A atualização da política do Google Ads será aplicada em todos os países a partir de 11 de agosto de 2020.

Há um ano, o Google realizou ação similar na Google Play Store. A companhia removeu aplicativos de espionagem da loja de aplicativos para celulares Android, incluindo softwares que são utilizados para monitorar e perseguir parceiros em relacionamentos abusivos.

Com informações: Bleeping Computer e Google Ads

Google vai proibir anúncios de software espião e stalkerware

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.