Ads Top

Sharon Stone revela episódio de assédio no início da carreira: “Foi um pesadelo”

Em entrevista à Atittude Magazine, a atriz Sharon Stone revelou ter sido vítima de assédio no início da carreira. Segundo ela, o incidente teria acontecido em 1984 durante as filmagens de “Diferenças Irreconciliáveis”, primeiro filme em que atuou. No longa ela precisou gravar cenas que envolviam um alto grau de intimidade.

“Eles nem tinha um coordenador de intimidade [profissional que garante o bem-estar dos atores que participam de cenas eróticas/íntimas em produções audiovisuais] àquela altura. No meu primeiro filme tinha uma cena de topless e eles nem limparam o cenário”.

Segundo Sharon, que é capa da publicação no mês de agosto, assim que se posicionou para dar início às filmagens, já sem a parte de cima do figurino, um ator gritou que não conseguia ver seus seios.

“Todo mundo estava lá, tipo, um milhão de pessoas no set. E quando tirei o top, este ator gritou “Você pode sair da frente, porra? Eu não consigo ver os peitos dela”.

Questionada sobre como se sentiu na ocasião, Stone disse que se viu “aterrorizada”.

“Você sabe quando você consegue ouvir os batimentos cardíacos no seu próprio ouvido? Foi só o que eu consegui ouvir. Foi um pesadelo.”

No longa, apesar de bem-sucedidos profissionalmente, o casal Albert e Lucy não tem uma boa vida pessoal. Ocupados demais com as próprias carreiras ambos acabam ignorando a filha de 10 anos. Cansada do abandono, ela decide se divorciar dos pais. O filme também foi estrelado por Ryan O’Neal, Shelley Long e uma jovem Drew Barrymore.

A entrevista completa chega nas próximas semanas.

O post Sharon Stone revela episódio de assédio no início da carreira: “Foi um pesadelo” apareceu primeiro em PAPELPOP.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.