Ads Top

Gotículas expelidas por tosse nem sempre seguem o fluxo do ar, diz estudo

Gotículas expelidas por tosse nem sempre seguem o fluxo do ar, segundo estudo (Foto: Wikimedia Commons)

 

A ciência reconhece que o novo coronavírus tem capacidade de ser transmitido pelo ar. Mas, para entender como isso acontece exatamente, é necessário estudar a física por trás dessa disseminação sempre que uma pessoa infectada tosse ou fala, por exemplo.

Foi o que fizeram pesquisadores das universidades Heriot-Watt e de Edimburgo, ambas na Escócia, em um estudo publicado no último dia 4 de agosto no periódico Physics of Fluids. "A física do fluxo quando alguém tosse é complexa, envolvendo jatos turbulentos e evaporação de gotículas", disse Cathal Cummins, da Universidade Heriot-Watt, em nota. "E a ascensão da Covid-19 revelou as lacunas em nosso conhecimento da física das estratégias de transmissão e mitigação."

 

Os cientistas viram que enquanto uma pessoa respira, ela emite gotículas de vários tamanhos que não seguem, necessariamente, o fluxo de ar. "Nosso estudo mostra que não há uma relação linear entre tamanho e deslocamento de gotículas — com pequenas e grandes gotas viajando, além das de tamanho médio", disse Felicity Mehendale, coautora da pesquisa.

O trabalho ainda sugere que os equipamentos de proteção individual (EPI), como máscaras e luvas, são eficazes em impedir o contato com gotículas grandes, mas não são bons o bastante para barrar as microgotículas. Como solução, os cientistas tiveram a ideia de criar um dispositivo extrator de aerossol, que suga o ar e, junto com ele, gotículas de diversos tamanhos. 

 

A equipe está trabalhando para fabricar o extrator e ajudar a manter médicos e outros profissionais de saúde mais seguros. "Gotas maiores seriam facilmente capturadas pelo EPI, como máscaras e protetores faciais. Mas gotículas menores podem penetrar em algumas formas de EPI; portanto, um extrator pode ajudar a reduzir a fraqueza em nossa defesa atual contra a Covid-19 e futuras pandemias", disse Cummins.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.