Ads Top

7 motivos para se preocupar com o novo jogo dos Vingadores

Aparentemente, o dia 4 de setembro será uma data especial para os fãs de super-heróis. Além de marcar a chegada da segunda temporada de The Boys ao Amazon Prime Video, o dia também servirá como marco  para o lançamento de Marvel’s Avengers, o novo jogo dos Vingadores. Espera, você não sabia deste último? Bom, visto que não há muita animação em torno do game, esse tipo de desinformação é plausível. Ao contrário da DC Comics, que tem feito um ótimo trabalho na divulgação de conteúdo para a próxima geração de consoles, a Casa das Ideias tem deixado a desejar, nesse e em diversos outros quesitos, quando se trata desse jogo. Além disso, a versão Beta, que deveria ter ajudado a promover o título, acabou fazendo o contrário. O novo jogo dos Vingadores se mostrou uma completa bagunça – e não estamos falando das boas.

Pensando nisso, o WhatCulture.com apontou alguns motivos de preocupação em torno de Marvel’s Avengers. Dessa forma, inspirados por eles, e almejando prestar um serviço de utilidade pública, resolvemos listar algumas razões pelas quais talvez seja melhor você guardar seu dinheiro para ver os Vingadores no cinema.

7 – A inteligência artificial não é nada intuitiva

Se você não quiser jogar online com outras pessoas, existe a opção de substitui-las por versões controladas por inteligência artificial. Aliás, no decorrer de diversos níveis encontramos outros membros da equipe que podem ser customizados. No entanto, apesar de parecer divertido, existe um problema aqui: as versões controladas pela inteligência artificial são tudo, menos inteligentes. Na verdade, elas são péssimas em tudo que fazem. Quer dizer, seus companheiros podem até ser úteis para te proteger enquanto sua barra de vida recarrega. Contudo, tirando isso, seus colegas de equipe não fazem ideia do que estão fazendo. Isso afeta bastante seu aproveitamento do jogo.

6 – A adaptação dos Vingadores deixa muito a desejar

Antes de tudo, vamos direto ao ponto, o visual. Sem dúvidas, Marvel’s Avengers aperfeiçoou o design de seus personagens desde o lançamento do primeiro trailer. Sim, estamos falando daquele que gerou enorme repercussão nas redes por apresentar gráficos terríveis. No entanto, apesar da notável melhora, a Square Enix não estava brincando quando disse que não alteraria a aparência dos personagens. Apesar de ser um problema puramente superficial, não quer dizer que seja fácil de ignorar. A estética do jogo gera um estranhamento, pois esses personagens são inegavelmente genéricos e carregam um enorme potencial desperdiçado.

5 – Os desafios são tediosos

Por incrível que pareça, as batalhas dos Vingadores nos quadrinhos conseguem ser amplamente mais animadas que aquelas apresentadas no jogo. Dissemos isso porque, em suma, os Heróis Mais Poderosos da Terra apenas vão de corredor em corredor derrubando vilões idênticos. Inclusive, isso poderia facilmente ser usado como a premissa de Marvel’s Avengers. A emoção de lutar com robôs é praticamente nula e a experiência se torna tediosa. Chega um momento em que até mesmo seus movimentos ficam mecânicos.

4 – Todos os personagens contam com o mesmo nível de poder

Na luta contra os inimigos, o Hulk não é muito diferente da Ms. Marvel. Com isso queremos dizer que, apesar de ser um dos seres mais fortes do planeta, o Gigante Esmeralda luta como qualquer outros de seus colegas heróis. Na verdade, o mesmo vale para personagens como Thor e Viúva Negra, que podem até apresentar habilidades particulares, mas contam com o mesmo nível de poder para derrubar os inimigos. Nem é preciso dizer que isso não faz o menor sentido. Visto que nenhum personagem parece ser mais efetivo que o outro, voltamos a estaca da falta de entretenimento do jogo. Talvez isso pudesse ter sido resolvido com a inserção de adversários específicos para cada Vingador. Todavia, parece que isso estava além das capacidades da desenvolvedora.

3 – O enredo é mais genérico do que esperávamos

Quando a Square Enix recebeu sinal verde para desenvolver Marvel’s Avengers, a Casa das Ideias estava tentando desviar o foco do público dos X-Men. Para aqueles que não se lembram, até pouco tempo atrás os direitos dos mutantes não pertenciam à Marvel. Bom, uma estratégia para isso foi reviver os Inumanos. Coincidentemente, Ms. Marvel, uma das únicas coisas boas apresentadas no jogo, pertence à essa espécie. Então, a narrativa do jogo explora a emergência desses personagens. Contudo, a forma como desenvolveram o enredo foi totalmente previsível. Só para ilustrar, vemos os Vingadores se separando e se unindo e um vilão sem motivações aparentes e com capangas descartáveis. Certamente eles poderiam ter criado algo melhor.

2 – O jogo pode melhorar, mas apenas se você pagar

Embora Marvel’s Avengers ainda não tenha sido lançado, extensões do game já estão sendo promovidas. Além disso, novos trajes e personagens poderiam ser comprados no futuro. Apesar desses elementos em particular não terem a capacidade de alterar significativamente o game, parece que os desenvolvedores tem grandes planos para monetizar a expansão da experiência. Ao passo que isso não é um problema, não deixa de ser incômodo saber que eles deixaram de investir na qualidade do jogo para lucrar em cima de melhorias para o mesmo.

1 – Tem uma opção muito melhor vindo por aí

Considerando que todos os tópicos anteriores podem ter te desanimado, resolvemos apresentar uma luz no fim do túnel. Embora se trate de uma spin-off do jogo do Homem-Aranha de 2018, Homem-Aranha: Miles Morales promete entregar uma experiência que realmente valerá a pena. Ao contrário de Marvel’s Avengers, o título em questão conta com altíssimas expectativas e está apenas há alguns meses de distância. Sendo assim, vale a pena esperar para imergir nas aventuras de Miles Morales.

Essa matéria 7 motivos para se preocupar com o novo jogo dos Vingadores foi criada pelo site Fatos Desconhecidos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.