Ads Top

IFTTT ganha plano pago e limita versão gratuita

O IFTTT, serviço popular para automação de tarefas, agora conta com um plano pago: o IFTTT Pro. Anunciado nesta quarta-feira (9), a nova modalidade garante applets ilimitados, mais rápidos, com mais ações e custará US$ 9,99 (cerca de R$ 55 em conversão direta) ao mês. A versão gratuita continua, mas com limites.

IFTTT (Foto: Reprodução/IFTTT)

A nova modalidade promete mais agilidade e sofisticação ao serviço, que antes era limitado somente a uma ação por applet. Com o Pro, os assinantes poderão criar automações capazes de consultar diversas fontes de dados para executar várias ações envolvendo recursos diferentes, como apps e dispositivos de Internet das Coisas (IoT).

“Por exemplo, um usuário Pro pode criar um Applet que, à noite, consulte o Google Agenda e o Slack antes de decidir ligar as luzes Philips Hue e tocar sua lista de reprodução favorita do Spotify”, explica a companhia.

O IFTTT ainda anunciou mudanças para a modalidade gratuita, que será mantida. A partir de agora, os usuários da versão sem cobranças terão o limite de somente três applets por conta. “Tomamos essa decisão para alinhar melhor nosso roteiro de produtos Pro com as necessidades de nossos criadores de Applets mais ativos”, dizem.

O IFTTT Pro terá mensalidade de US$ 9,99 (cerca de R$ 55 em conversão direta), mas os usuários do serviço poderão escolher até 7 de outubro de 2020 um valor para pagá-lo por mês durante o primeiro ano, desde que seja a partir de US$ 1,99. Segundo o IFTTT, a receita das assinaturas será utilizada para levar novos recursos à modalidade.

Com informações: IFTTT.com e The Verge

IFTTT ganha plano pago e limita versão gratuita

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.