Ads Top

Tubarão pré-histórico media 16 m de comprimento — sendo 5 m só de cabeça

Este tubarão pré-histórico media 16 metros de comprimento — 5 só de cabeça (Foto: Oliver E. Demuth)

 

Você tem medo de tubarões? Se a resposta for sim, agradeça por estar vivo hoje em dia, e não milhões de anos atrás. Isso porque entre 23 milhões e três milhões de anos atrás, o oceano estava repleto de megalodontes (Carcharocles megalodon), os "primos" enormes dos tubarões-brancos. 

Há muito tempo os cientistas tentam descobrir quanto mediam esses gigantes — e agora parecem ter conseguido. Em artigo publicado nesta quinta-feira (3) no Scientific Reports, uma equipe liderada pelas universidades de Bristol e de Swansea, ambas no Reino Unido, divulgou a estimativa do tamanho do animal e... ele era realmente gigantesco.

 

Segundo os especialistas, um megalodonte tinha cerca de 16 metros de comprimento — 4,65 metros só de cabeça. Já sua barbatana dorsal e sua cauda tinham 1,62 metro e 3,85 metros de altura, respectivamente. Achou pouco? Tem mais! A mordida do animal tinha uma força de nada menos que 10 toneladas. Para ter ideia, os tubarões-brancos têm pouco mais de 6 metros de comprimento e força de mordida de 2 toneladas.

(A) um megalodon adulto; (B) filhote; (C) adolescente; (D) comparado a um humano (Foto: Oliver E. Demuth)

 

Hoje restam pouquíssimos vestígios desses animais, em sua maioria dentes, por isso a pesquisa foi tão desafiadora. Como contam os cientistas no artigo, eles utilizaram uma série de métodos matemáticos para determinar o tamanho e as proporções dos megalodontes, fazendo comparações com uma diversidade de "parentes" vivos com semelhanças ecológicas e fisiológicas.

"O megalodonte foi o animal que me inspirou a seguir a paleontologia em primeiro lugar quando eu tinha apenas 6 anos de idade, então ter a chance de estudá-lo me levou à lua", revela Jack Cooper, um dos pesquisadores, em declaração. "Esse era o projeto dos meus sonhos. Mas estudar o animal inteiro é difícil, considerando que tudo o que realmente temos são dentes isolados."

A barbatana de um megalodon em comparação com um humano (Foto: Oliver E. Demuth)

 

Felizmente, a estratégia funcionou — e não apenas para estimar o tamanho do animal, mas para expandir o que se sabe sobre sua família. "O megalodonte não é um ancestral direto do tubarão-branco, mas está igualmente relacionado a outros tubarões macropredatórios, como o tubarão-mako, o tubarão-salmão e o tubarão-sardo, bem como o tubarão-branco", explica Cooper.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.