Ads Top

Algum alimento além do milho estoura e vira pipoca?

Sim, vários outros grãos estouram quando em altas temperaturas. Sagu, sorgo, quinoa, arroz selvagem, amaranto e trigo-mourisco são alguns exemplos – mas spoiler: nenhum se transforma em uma pipoca tão suculenta como o milho.

Para um grão pipocar, são necessários três fatores: grande quantidade de água em seu interior, bastante amido e um pericarpo (a casca) duro e resistente. Quando aquecida, a água encapsulada vira vapor, mas não consegue escapar.

Aos poucos, a pressão interna do grão aumenta até ao ponto de romper a casca, causando uma explosão violenta. Quando o amido gelatinoso do interior entra em contato com o ar externo, ele esfria rapidamente e assume a forma sólida e fofinha que comemos.

A pipoca de milho é tão boa porque o grão tem uma boa quantidade de amigo e água, o que o permite crescer um bocado. Outros grãos, como sorgo e sagu, também se transformam em pipocas maiores que seus grãos, apesar de ainda não expandirem tanto quanto o milho.

Ingredientes como quinoa, arroz selvagem e amaranto também pipocam, mas a quantidade de amido em seu interior é menor, de modo que as pipocas não são muito maiores que os grãos em si. Esses alimentos podem ser usados por chefs para decorar e trazer crocância a pratos e saladas, por exemplo.

Por fim, ao contrário do que alguns acreditam, a famosa pipoca doce de saquinho não é feita de arroz. Ela é produzida do milho mesmo – mas em forma de canjica. Para estourá-la, utiliza-se um canhão. E não, a palavra não está no sentindo figurado. Dê uma olhada no minuto 1:41 do vídeo abaixo.

Pergunta de @silviabressan, via Instagram

Continua após a publicidade

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.