Ads Top

Amazon renova linha de caixas de som Echo e lança streaming de games Luna

Amazon renova linha de caixas de som Echo e lança streaming de games Luna A Amazon anunciou uma renovação grande em sua linha de dispositivos conectados: em evento fechado para imprensa realizado durante a tarde, a companhia mostrou um novo design para as caixas de som conectadas Echo, um novo modelo da caixa de som com visor Echo Show, bem como uma câmera de segurança capaz de sobrevoar a casa do usuário e até mesmo um sistema de streaming de games, pronto para competir com Google Stadia e Microsoft xCloud. Teve também uma nova versão do Fire TV Stick Lite, dispositivo que pode deixar qualquer TV conectada e chegará ao Brasil em outubro. Ufa. Ponta de lança da casa conectada e da própria popularização da assistente de voz Alexa, a linha de caixas de som conectada Echo teve uma renovação importante em seu design. Tanto o Amazon Echo quanto sua versão reduzida, o Amazon Echo Dot, trocaram o desenho cilíndrico por um visual em forma de "bolinha". Além do novo formato, o Amazon Echo também recebeu melhorias na acústica - agora tem um woofer (alto falante dedicado a sons graves) de 3 polegadas e dois tweeters (alto falantes dedicados a sons agudos), bem como processamento Dolby, da conhecida marca dedicada a sistemas de áudio. Os dois modelos estarão à venda no Brasil em outubro: o Echo Dot sairá por R$ 399, enquanto o Echo custará R$ 799 - ambos estarão disponíveis nas cores branco, preto e azul. Além disso, o Echo Dot com relógio (isto é, um painel de LED que mostra as horas) também foi renovado para o novo formato esférico e custará R$ 499 no País, nas cores branca e azul. Quem também vai ganhar edição local é o Fire TV Stick Lite, dispositivo capaz de conectar qualquer TV a aplicativos e serviços de streaming - por R$ 349, ele substitui no mercado local o Fire TV Stick, com um diferencial: a presença da assistente de voz Alexa. A família Echo também ganhou mais um membro: o Amazon Echo Show 10, caixa de som conectada com visor de 10 polegadas. Ao contrário dos irmãos menores, de telas de 5 e 8 polegadas, o novo dispositivo tem uma base motorizada, capaz de movimentar "seguindo" o usuário, de acordo com sua posição em um ambiente determinado - é uma boa ideia para quem gosta de conversar por vídeo enquanto faz outras tarefas, algo útil em tempos de quarentena, mas que também suscita preocupações quanto à privacidade dos usuários. O aparelho chegará ao mercado brasileiro por R$ 1,9 mil. Serviço de streaming de games e câmera 'alada' completam lançamentos Os anúncios mais curiosos do dia, porém, não têm previsão para chegar ao Brasil. O principal deles é o Ring Always Home Cam, um drone de segurança capaz de sobrevoar a imagem do usuário para monitorar sua segurança - nos EUA, ele será vendido por US$ 250. Ele faz parte da linha Ring, de dispositivos de segurança, que também inclui câmeras de monitoramento convencionais e fechaduras digitais. Outra surpresa foi o anúncio do Luna, serviço de streaming de games da Amazon. Impulsionado pela área de computação em nuvem da empresa, o Amazon Web Services, o serviço será lançado em outubro nos EUA e permitirá a seus usuários ter acesso a uma biblioteca de mais de 100 jogos por uma mensalidade de US$ 6 por mês. Entre os títulos, há nomes como Resident Evil 7, Brothers e Yooka-Laylee. A empresa também está fazendo uma parceria com a Ubisoft, que permitirá acesso aos jogos da desenvolvedora francesa. Por enquanto, o Luna tem compatibilidade apenas com alguns dispositivos, incluindo Fire TV, PCs e Macs. No iPhone, ele estará disponível por meio de um aplicativo web; para quem usa Android, será necessário esperar um pouco mais. O serviço também terá seu próprio controle, que tem design muito semelhante ao do Xbox e custará US$ 50 nos EUA. Vale lembrar que é mais uma ofensiva da Amazon no mundo dos games - no início do ano, a empresa lançou seus primeiros jogos próprios; além disso, é também dona do serviço de transmissão de games Twitch.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.