Ads Top

Criador de Watchmen alerta sobre o perigo dos filmes de super-heróis

Filmes de super-heróis dividem opiniões. As bilheterias comprovam a adoração pública. Por outro lado, a crítica especializada é polarizada. Só para ilustrar, há algum tempo atrás, Martin Scorsese polemizou ao afirmar que não considerava os filmes da Marvel como cinema. Pois bem, recentemente essas famosas produções voltaram a protagonizar debates após Alan Moore alertar sobre os perigos dos filmes de super-heróis.

Se você é um fã de Watchmen, V De Vingança e Batman: A Piada Mortal, provavelmente já conhece o trabalho de Moore. O escritor se envolveu com a indústria dos quadrinhos na década de 70. Contudo, em 2018, Moore anunciou sua aposentadoria da área. Muitas das obras dele ganharam vida na grande tela. Sendo assim, parece contraditório vê-lo criticando adaptações de quadrinhos. Todavia, Moore nunca foi um grande apoiador do que Hollywood costuma fazer com trabalhos como os seus.

Segundo o ComicBook.com, em uma recente entrevista para o Deadline, o autor reforçou que a popularidade de super-heróis é “um sinal de uma cultura em declínio”. De acordo com Moore, os filmes de super-heróis arruinaram o cinema e a cultura pop até certo ponto – parece que alguém aqui é do time do Scorsese. “Eu acho isso um sinal realmente preocupante. Centenas de milhares de adultos fazem fila para ver personagens criados há 50 anos com o intuito de entreter garotos de 12 anos. Isso parece um tipo de desejo de escapar das complexidades do mundo moderno e voltar à uma infância nostálgica. Parece ser perigoso, a infantilização da população”, disse o escritor.

Filmes de super-heróis e a polarização de opiniões

Assim como dissemos acima, Moore não é o único a chamar atenção para a adoração de super-heróis. Existem teorias que ligam esses personagens à substituição do fascismo. Inclusive, elas vem ganhando cada vez mais força. Além disso, essas produções são apontadas como uma “negação da realidade e uma necessidade de soluções simplistas e sensacionais”. Basicamente, a principal crítica aqui gira em torno da alienação do público. Para finalizar, Moore disse que filmes de super-heróis são “perfeitamente bons como entretenimento infantil. Mas se você tenta fazê-los para o mundo adulto, então eu acho que fica meio grotesco”.

Enquanto Moore se posiciona contra tais produções, muitos fãs se posicionam contra Moore. Alguns não perdem tempo em acusá-lo de ser um velho ranzinza. No entanto, as observações do escritor não deixam de chamar atenção. Se pararmos para observar, as produções de super-heróis vem sendo ressignificadas, basta olhar The Boys. Talvez exista uma forma de aplicar as críticas de Moore e Scorsese em séries e filmes de super-heróis.

E então, o que você acha disso? Será que há como resolver os problemas apontados? O que você acha dessa discussão? De que lado você está? Compartilhe sua opinião com a gente.

Imagens: DC Comics  Amazon Prime Video  Marvel  Warner Bros.

Essa matéria Criador de Watchmen alerta sobre o perigo dos filmes de super-heróis foi criada pelo site Fatos Desconhecidos.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.