Ads Top

Governo lança programa para criar banco de genoma dos brasileiros

Programa vai criar banco com 100 mil genomas
Programa vai criar banco com 100 mil genomas Pixabay

O governo federal lançou nesta quarta-feira (14) o programa Genomas Brasil, iniciativa que busca criar um banco de dados formado com 100 mil genomas para identificar o DNA da população brasileira.

O secretário de ciência, tecnologia e insumos em estratégia do Ministério da Saúde, Helio Angotti Neto, afirma que o programa vai melhorar a qualidade de vida dos brasileiros e permitir a melhor utilização dos recursos da saúde. "É uma iniciativa que vai mudar a medicina", disse.

"Com o conhecimento do DNA da nossa população, poderemos conhecer a relação entre o código genético e as doenças. Poderemos desenvolver um tratamento específico para uma única pessoa ou para um grupo de indivíduos que possua a mesma informação genética", afirmou Angotti.

Leia mais: Pesquisadores brasileiros decifram o "DNA" do coronavírus

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, avalia que o Brasil está “atrasado” no tema e o programa permite “correr atrás do prejuízo”. “Nós estamos focados em buscar o mapeamento do DNA de 100 mil brasileiros em quatro anos, o que nos dará capacidade de medicina de precisão”, destacou ele.

Angotti conta que 80% de toda informação genômica disponível sobre o genoma humano foi desenvolvido com base na população europeia. "O Brasil é um dos povos mais miscigenados do mundo. Nosso genoma é composto por fragmentos de várias etnias diferentes. Temos traços dos nosso ancestrais europeus, ameríndios, africanos, asiáticos e de várias outras populações que se estabeleceram aqui", explicou o secretário ao defender o programa.

O programa será financiado com R$ 50 milhões destinados pelo BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social). O presidente do bando de fomento, Gustavo Montezano, destaca que os recursos serão captados em parceria com a iniciativa privada.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.