Ads Top

Elon Musk divulga planos para expandir internet Starlink da SpaceX

Elon Musk deu novas informações sobre o serviço de internet via satélite Starlink, da SpaceX. Em beta público desde a última semana, o projeto promete conexão de até 150 Mb/s e latência de 20 milissegundos deve chegar a “vários milhares” de convidados para testes ainda esta semana.

Satélite Starlink, da SpaceX

Satélite Starlink, da SpaceX (Imagem: Divulgação/SpaceX)

O anúncio foi feito por meio do perfil de Musk no Twitter, e diz respeito apenas a clientes dos Estados Unidos. Em seguida, deve ser a vez do Canadá e da Noruega – logo após os testes iniciais dos EUA.

Ainda de acordo com o CEO da SpaceX, o serviço pode chegar à Europa já no início de 2021. Musk explica que o lançamento depende da aprovação de cada país individualmente, já que não há um sistema único para toda a União Europeia. Ele acredita que as últimas aprovações devem chegar entre fevereiro e março do próximo ano.

Em resposta a outro usuário no Twitter, Elon Musk disse que a aprovação para o lançamento do Starlink na Índia deve acontecer em meados de 2021.

Lançamento do Falcon 9 com 60 satélites Starlink

Lançamento do Falcon 9 com 60 satélites Starlink (Imagem: Reprodução/SpaceX)

Determinadas regiões, como a Flórida, encontram limitações técnicas, e não regulatórias. De acordo com Musk, “estados de latitude mais baixa precisam de mais satélites em posição” – e a previsão é de que isso seja resolvido a partir de janeiro.

As primeiras experiências com o Starlink são promissoras: recentemente, um usuário do programa de testes relatou conseguir uma conexão de 120 Mb/s e suporte para streaming de vídeo de 1440p ou até 4K sem buffer.

Configurações e hardware ainda passam por ajustes

As configurações de hardware ainda devem ser aprimoradas nos próximos meses. Elon Musk afirma que, atualmente, usuários levam cerca de 5 minutos para realizar esse processo, mas a ideia é que esse tempo caia para 3 minutos – sem conhecimento técnico necessário: “Basta apontar para o céu aberto e conectar!”, afirmou.

O preço é outro fator complicado – o kit com o equipamento inicial custa US$ 499 e, segundo Musk, a redução desse valor é um desafio para a SpaceX. Vale lembrar que há ainda uma taxa de US$ 99 por mês para a versão beta.

Com informações: Mashable e Slash Gear

Elon Musk divulga planos para expandir internet Starlink da SpaceX

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.