Ads Top

“Não faz sentido”, diz Glenn Close sobre derrota de Fernanda Montenegro no Oscar, em 1999

Derrota foi criticada por atores nacionais e internacionais (Reprodução)

Nesta terça-feira (24), foi ao ar uma entrevista de Glenn Close para ABC, onde ela falou um pouco sobre o filme “Era uma vez um sonho”. A produção da Netflix é protagonizada por ela e Amy Adams.

Contudo, um trecho da entrevista chamou muita atenção dos usuários nas redes sociais. Em certo momento da conversa, Close falou um pouco sobre premiações, mais exatamente o Oscar de 1999.

Naquela edição, a brasileira Fernanda Montenegro concorreu à estatueta de Melhor Atriz pela atuação no elogiado e premiado filme “Central do Brasil”. Contudo, o Oscar ficou com Gwyneth Paltrow por “Shakespeare Apaixonado”.

Muita gente não engoliu esta história, incluindo Glenn Close. Na recente entrevista, ela disse:

“Eu lembro do ano em que Gwyneth Paltrow venceu aquela incrível atriz de ‘Central do Brasil’. A gente ficou: ‘O que?’. Tipo, não fez sentido!”

Obrigado por nos representar, Close! O longa, estrelado por Montenegro e Vinícius de Oliveira, conta a história da professora aposentada Dora, que ganha uns trocados escrevendo cartas para anônimos na Central do Brasil, importante terminal da cidade do Rio de Janeiro. Dona de uma personalidade forte, a professora recebe certo dia um garotinho e sua mãe que a procuram para que escreva um mensagem para o pai.

Após descobrir que o menino ficou órfão, semanas depois, Dora se mete em uma encrenca com uma traficante de crianças e decide embarcar em uma viagem sem destino pelo agreste brasileiro. Larga tudo para trás! Juntos os dois firmam uma grande amizade que transcende qualquer fronteira, seja ela a idade ou a distância geográfica. Com esta atuação, Montenegro foi indicada ao Oscar e ao Globo de Ouro de Melhor Atriz, além de ter vencido o Urso de Prata do festival de Cinema de Berlim.

Fernanda vencedora em nossos corações!

O post “Não faz sentido”, diz Glenn Close sobre derrota de Fernanda Montenegro no Oscar, em 1999 apareceu primeiro em PAPELPOP.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.