Ads Top

Autor do clássico “Severina Xique-Xique”, Genival Lacerda morre aos 89 anos

Cantor e compositor estava internado desde o fim de novembro (Foto: Divulgação)

O cantor paraibano Genival Lacerda, ícone do forró, morreu nesta quinta-feira (7). Ele é mais uma vítima da Covid-19. Conhecido como “rei do duplo sentido”, Lacerda ficou famoso nacionalmente ao emplacar sucessos como “Severina Xique-Xique“, “Radinho de Pilha” e “De Quem é Esse Jegue?”.

A notícia do falecimento foi confirmada pela família nas redes sociais. Sempre muito ativo, o artista trabalhou até a chegada da pandemia, em março de 2020, tendo se apresentado, inclusive, no último Carnaval do Recife. Ao seu, o filho, João, também músico.

Com mais de 50 discos lançados, Lacerda tinha certo grau de parentesco com Jackson do Pandeiro, outra importante figura da música popular brasileira – seus irmãos eram casados.

Em 1975, viu nascer a canção mais famosa do catálogo. Sucesso nas rádios e nas lojas de disco, onde chegou a vender cerca de 800 mil cópias, o drama de “Severina Xique-Xique” narra a história de uma jovem com propriedades, vítima de um noivado por interesse.

O número de regravações, como logo se veria, foi imenso. Entre as versões mais famosas está a de Marisa Monte que, ainda iniciante, interpretou no disco “MM” (1989) um medley que trazia ainda versos de “O Xote das Meninas”.

Entre os trabalhos mais recentes de Lacerda que obtiveram repercussão, estava o single “O Chevette da Menina”, com Ivete Sangalo. A faixa está disponível no streaming.

O post Autor do clássico “Severina Xique-Xique”, Genival Lacerda morre aos 89 anos apareceu primeiro em PAPELPOP.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.