Ads Top

Retrospectiva K-pop: os melhores e mais bem produzidos clipes de 2020

Os MVs de K-Pop dominaram a lista dos vídeos mais assistidos no YouTube em 2020 (Reprodução)

Se no ano passado o K-pop conseguiu ir além das fronteiras territoriais, em 2020 o gênero musical mostrou que veio para ficar, influenciando ainda mais lançamentos feitos no ocidente, principalmente no que diz respeitos aos videoclipes, MVs para os mais chegados.

Sejam assinadas por grupos enormes ou Idols solo, a produção audiovisual é um elemento de extrema importância para os artistas sul-coreanos e, normalmente, se tornam extensões dos álbuns e mini-discos lançados por eles.

Seja por mandar ver em cenas de dança, ou pra mostrar todo um estilo em visuais extravagantes (sempre embasados por grifes caríssimas), esses projetos tem um alcance absurdo, que ultrapassa sem grande dificuldade a casa dos milhões de visualizações.

Mesmo com a pandemia de Covid-19, pro nosso encantamento, muitos grupos fizeram lançamentos imponentes. O BTS, por exemplo, quebrou mais uma vez o recorde de maior estreia de clipe no YouTube com “Dynamite”. Promissores, os meninos!

A fim de encerrar esse ano celebrando a arte asiática, o Papelpop listou os melhores e mais bem produzidos clipes de K-Pop que chegaram nos últimos meses. Vale lembrar que a lista não é um ranking, hein? Vamos nessa?

“How You Like That” – BLACKPINK

Elas voltaram com tudo! Para adentrar à era “The Album”, as Idols apostaram em uma megaprodução, com direito a cenários glamorosos, looks grifados e cheio de estilo, além, é claro, de apostar na coreografia. Jennie, Rosé, Lisa, Jisoo, obrigado por tudo <3

“Dynamite” – BTS

O clipe de “Dynamite”, um hit absoluto nos Estados Unidos, trouxe referências à era disco e Michael Jackson. Pop como nunca, deu ao grupo como já havíamos mencionado a maior estreia no YouTube, com mais de 100 milhões de visualizações em 24 horas. Ah, e o melhor: os passos bem sincronizados e visuais chiquérrimos inspiraram váaaaarios challanges no TikTok. Espertos!

“Monster” – Red Velvet – IRENE & SEULGI

Esse é um daqueles MVs pra quem ama ver coreografias com muita “formação”. Aproveitando-se de uma estética mais sombria, Irene e Seulgi trouxeram um clima sexy e dark para a faixa, protagonizando cenas intensas e encarando os próprios monstros internos.

“Love Killa” – Monsta X

Ui, ui, os bad boys chegaram! Com referências extraídas de “Coringa”, os integrantes do Monsta X se tornaram assaltantes na narrativa criada para “Love Killa”. Após coletarem as notas roubadas, eles aparecem em um clube cheio de pancadaria e dançam em meio a uma imensidão vermelha, mezzo dramática. Tem até cena de fuga da polícia!

“More & More” – TWICE

MA-RA-VI-LHO-SAS! Fofas e glamurosas, as Idols do TWICE criaram um mundo coloridíssimo para o MV do single “More & More”. Entre borboletas, aranhas reluzentes e tigres domesticados, elas dançam desde o amanhecer até a chegada de uma noite escura.

“Maria” – Hwasa

Hello, darkness! O vídeo de Hwasa veio todo trabalhado em um estética fúnebre, que dá lugar ao próprio enterro. Mas, ainda no hospital, ela se junta a vários dançarinos para dançar. Se o ditado popular menciona a existência de chuva de canivetes pra falar sobre milagres, este MV traz uma armadilha de lápis pontiagudos mirando na cantora. Tem até uma coroa de pregos sendo usada em uma das cenas!

“Can’t You See Me?” – TXT

Enquanto a narrativa principal de “Can’t You See Me” mostra o grupo TXT reunido em uma casa, cada integrante do ganha um destaque e cena solo. Lindo pra gente conhecer um pouco mais do talento de cada um. Como se fosse realizada em uma noite do pijama, a trama desenrola uma espécie de guerra de comida e finaliza com um inesperado incêndio. Eita!

“Lovesick Girls” – BLACKPINK

Prontas para promover o 1º álbum da carreira, as maiores estrelas da Coreia do Sul interpretaram garotas decepcionadas com o amor em “Lovesick Girls”. O título já aponta isso, né? Com os prédios de uma cidade grande como pano de fundo, cada uma lida com o término de uma forma, seja quebrando tudo ou até ficando completamente suja de tinta em meio à raiva. Passinhos sob a luz do luar, temos também!

“Black Mamba” – aespa

Uma aventura fantástica que envolve hackers e referências ao movimento seapunk. Trens de metrô que se transformam em florestas e até uma cobra gigantesca que perambula por aí. Esta é a estética empregada em “Black Mamba”, do aespa! Loucura, loucura, loucura!

“Make A Wish” – NCT U

Trazendo referências do hip-hop ocidental, Taeyong, Doyoung, Jaehyun, Jaemin, Lucas, Xiaojun e Shotaro, membros do NCT U, mergulham em uma atmosfera sexy e mais experimental do que as que experimentaram em fases anteriores. Com uma coreografia intensa, ainda que pautada em passos dramáticos, mais lentos, o MV foca na expressão corporal e valoriza os visuais dos Idols.

“ON” – BTS

O clipe de “ON” mostra o BTS em uma realidade pós-apocalíptica. O registro coloca os Idols se juntando a um grupo em busca de liberdade, com referências a produções cinematográficas hollywoodianas e uma estética que lembra em certos momentos um crossover entre “Maze Runner” e “O Rei Leão”.

“LA DI DA” – Everglow

As meninas do Everglow decidiram misturar a vibe da ficção científica a carros em alta velocidade e era disco. O conceito pode lembrar, no início, o clássico “Sin City”, mas logo uma profusão de cores começa a aparecer conforme os passos das divas se desenrolam. É pra se jogar sob a luz do luar!

“Not Shy” – ITZY

Perigosas e procuradas pelos xerifes! O deserto árido é palco para uma aventura fora da lei estrelada pelo ITZY. Encarando missões e assaltos pela estrada fora, as jovens brincam em clima de faroeste e provam que não são nada tímidas, mas sim ousadas.

“Dingga” – MAMAMOO

O MV de “Dingga” revela uma típica noite das garotas. As integrantes do MAMAMOO saem para dançar e esbanjam glamour em uma pista de dança no mais clássico estilo anos 1970. Não há limite de espaço! No meio da rua e até em cima do carro, qualquer lugar é perfeito pra fazer um bom break e ostentar outfits brilhantes. Só o final, entretanto, é que parece indicar algo dark a caminho!

“Left & Right” – SEVENTEEN

Vai, gente, de um lado pro outro! Enquanto os versos de “Left & Right”, do SEVENTEEN, falam sobrecomo é importante fazer o que você acredita, os cantores exemplificam essa ideia em uma pista de corrida. O que chama A atenção, no entanto, é mesmo a coreô, que foi reproduzida em muuuuitos vídeos no TikTok.

“H₩A” – CL

CL voltou e quis botar fogo em tudo! Após vários teasers misteriosos e instigantes, a cantora abriu alas na cena para um comeback carregado de dança, streetwear-fashion, joias e muito, mas muito close. A gente sabe que ela ama fazer carão para a câmera e esse MV tá cheio deles!

“Gunshot” – KARD

A partir de um pop que emprega uma certa influência reggae, os Idols do KARD aparecem todos machucados no MV de “Gunshot”. Ainda em uma espécie de hospital, que tem câmeras por todos os lados, eles imaginam e estrelam cenas caóticas, com carros pegando fogo e momentos em que botam toda raiva pra fora quebrando algumas coisas pelo caminho deles. Embate de fôlego!

“Apple” – GFRIEND

Cuidado com a maçã envenenada! Ambientada em uma mansão com estética vitoriana, a narrativa mostra as garotas do GFRIEND encontrando uma macieira carregada de frutas. No início tudo é mais tranquilo e clean, mas quando a noite cai, elas se tornam donas da noite e, aparentemente, detentoras de poderes sobrenaturais.

“Open Mind” – Wonho

Tira mais a camisa que tá pouco, Wonho! Agora em carreira solo, o artista apostou em looks ousadíssimos e justinhos, deixando os músculos bem em evidência. Acompanhado de um balé masculino, o astro dança enquanto os cenários mudam. Sexy!

“Tonight” – BLACKSWAN

Muita formação! O MV foi a estreia da Idol brasileira Leia e trouxe o grupo arrasando entre cenários luxuosos, brincando com movimento de câmera, troca de intensidade de iluminação e muito glow. Os looks coordenados também são um destaque da narrativa.

***

O post Retrospectiva K-pop: os melhores e mais bem produzidos clipes de 2020 apareceu primeiro em PAPELPOP.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.