Ads Top

Uma conversa com Lauren Jauregui sobre Pabllo Vittar, álbum solo, política, fãs, e claro, memes brasileiros!

Silêncio!!! É a patroa!!! Acessível e muito bem humorada, batemos um papo com a Lauren Jauregui que não se limitou a conversar somente sobre o lançamento do remix de “Lento”, que conta com a colaboração de ninguém menos que Pabllo Vittar – a quem Lauren não poupou elogios: “A Pabllo é icônica demais e poder fazer parte de seu legado é algo incrível!”.

A versão original do single, lançado há quase um ano, foi o quarto projeto de lançamento da cantora-compostora desde a sua saída da girlband Fifth Harmony, na qual Lauren participou por 6 anos e, de acordo com a cantora, a faixa dá uma boa ideia de como o seu primeiro álbum será: com rítmos latinos low tempo, um pouco de R&B, pop e composições muito honestas e pessoais. A data de lançamento? Ainda não sabemos, mas Lauren confirmou que o remix de “Lento” com Pabllo, foi o último antes do novo disco! Então enquanto o disco não chega, vamos de stream no single?

Entre risadas sobre memes brasileiros, Lauren também contou sobre o seu amor pelos seus fãs (e fancams), a possibilidade de muito choro quando voltar para se apresentar no Brasil, vontade de ser atriz e até desabafou sobre política no final da nossa conversa. A entrevista na íntegra você confere abaixo:

 

PAPELPOP: Temos tanto pra conversar! Sinto que quando você aparece para conversar sobre algum projeto, todo mundo surta porque você não lançou muita coisa ainda, né?

Lauren J: Eu sei!!! Eu literalmente só lancei quatro músicas até agora e mesmo assim as pessoas parecem continuar gostando de mim [risos]!

 

É meio improvável que as pessoas não se lembrem ou se importem com você depois de quatro lançamentos tão bons, Lauren! Fala sério! 

Ah, eu te amo! Obrigada por dizer isso! 

 

Agora conta um pouco pra gente sobre o remix de “Lento” com a Pabllo…

Quando a versão original de “Lento” foi lançada, ela veio falar comigo sobre o tanto que ela amou e perguntou se ela podia fazer parte, de alguma forma, da faixa! E eu fiquei “Oi?? Minha filha, você pode fazer o que quiser!”. Então ela e o Brabo [produtor do remix] se juntaram e deram um sabor brasileiro pra música, a levando pra um lugar novo e lindo! Eu sou extremamente grata pelo o que eles fizeram com a música, porque ficou boa demais! 

 

Ficou demais! E como é a sua relação com a Pabllo?

Eu a conheci há alguns anos atrás em São Paulo quando fui fazer um show e é uma relação bem orgânica que continua a se desenvolver com o tempo, sabe? Queremos fazer mais músicas juntas e ela é fantástica! Eu a amo! Existe um amor e respeito mútuo entre nós duas que é muito especial. Qualquer relação que se baseia nisso é uma vibe muito boa pra mim. Amo pessoas autênticas e genuínas! 

 

O que a Pabllo representa pra você? 

A Pabllo é icônica demais e poder fazer parte de seu legado é algo incrível! Eu mal posso esperar para ter mais momentos assim e para nos apresentarmos juntas no Brasil! 

 

Eu amo que no Twitter você comentou que esse remix de “Lento” é um presente para os seus fãs brasileiros, mas eu honestamente acho que quem ganhou um dos maiores presentes foi você, porque a quantidade de memes maravilhoso que os fãs respondem os seus tweets sobre a música… Eu espero que você entenda todos eles porque juro, eu passei mal quando vi, porque a qualidade do conteúdo ali, menina…

[Risos] A QUALIDADE DO CONTEÚDO!!!!!!!!! Os meus fãs fazem tudo!!!! Eu genuinamente não aguento os memes que eles respondem os meus tweets.
Tem uma arroba – acho que é @laursaturnx – que fez o compilado de vídeos mais engraçado que eu já vi! É um monte de gente dançando “Lento” e do nada tem uma briga?! Eu preciso postar esse vídeo no meu Instagram! Hoje eu postei um monte de foto sexy, mas amanhã eu posto a fancam [risos].

Você é versátil! Nos fornece o melhor dos dois mundos, né? [Risos]

Você me entende! Num dia eu sou uma bad bitch e no outro eu tô rindo com a galera! Essa vadia tem um alcance [risos].

 

E o que os fãs brasileiros significam pra você? A gente sabe que têm os memes e tal [risos], mas o que eles significam pra você?

Eles têm um lugar especial no meu coração e sabem disso! Os fãs brasileiros estiveram comigo nos altos e baixos, durante todos as eras da minha carreira e da minha vida! O meu primeiro show solo foi em São Paulo e eu tive que até tatuar a data do show porque foi uma noite tão poderosa e tão emocionante pra mim! Eu lembro de sair do palco e chorar feito uma criança! Foi tão legal porque o meu gerente de palco, David, virou pra mim e disse “Lauren, você é uma estrela” depois desse dia e nossa, eu não consegui parar de chorar porque as pessoas sabiam as letras de músicas que eu nem tinha lançado oficialmente [risos]! As pessoas cantando em inglês [risos]! Foi muita emoção, te juro! 

É a nossa especialidade–

Vocês são os melhores. O Brasil é o melhor, com toda certeza. Foi um dos melhores show da minha vida e tipo, mesmo que às vezes é difícil porque é tanta gente gritando que eu não consigo me ouvir cantando [risos], a energia, o amor que os fãs brasileiros transmitem é surreal. Eles dão tudo o que têm. Não tem energia meia-boca, não… É amor no seu potencial puro! É impossível não se emocionar, de verdade…

 

Se você passou mal de chorar no primeiro show, imagina quando você voltar com o álbum completo? Lauren, você vai morrer [risos]!

[Risos] OMG! OMG! OMG! Eu não consigo nem– Escuta, eu literalmente não consigo nem imaginar o que vai ser. A coisa pra mim é o seguinte: naquele show em São Paulo os fãs sabiam as músicas depois de ouvi-las pela primeira vez, então eu penso que quando eu lançar o meu álbum, elas vão ter mais tempo pra processar, entender e absorver as letras tão pessoais que escrevi, sabe? Eu vou ficar acabada quando eles cantarem essas letras de volta pra mim no show, na boa. Eu tenho signo duplo de água, cara! Eu provavelmente não vou nem conseguir cantar alguma dessas músicas de tanto que eu vou chorar [risos]! Os primeiros shows vão ser uma doideira, com certeza! 

Acho que a merch da sua tour deveria ter lencinhos de papel para os fãs guardarem esse show de recordação! 

[Risos] Ai meu Deus, sim! E com uma ilustração dos meus olhos com lágrimas! 

Pronto! Já temos o design decidido [risos]!

Perfeito [risos]!

 

Lauren, você é uma daquelas artistas que tem tudo para fazer arte além da música, explorar isso é algo que você considera pro futuro?

Com certeza! Eu definitivamente me vejo fazendo mais do que música! Eu amo a arte de atuar, sempre amei cinema e a ideia de poder viver vários personagens é algo que definitivamente me atrai. É algo meio natural pra mim, eu costumo me adaptar em várias personalidades quando converso com alguém [risos]. Então, acho que atuar é algo que eu vejo no meu futuro – aliás, se souber de algum papel legal, me liga [risos]. Antes de tudo, eu sou uma escritora! Quero muito publicar algum dos meus poemas também e quem sabe um livro? Eu tenho um monte de coisa que venho escrevendo há um tempo, então… Veremos! 

 

Uma das coisas que eu mais admiro e respeito em você como pessoa e profissional, é que você nunca ficou quieta sobre assuntos que são importantes pra você – independente da circunstância e dos riscos, principalmente sobre política! Como você equilibra essa politização com a indústria que você atua? 

Eu era muito agressiva em relação aos meus pensamentos e convicções antigamente. Quando eu era mais nova era tudo muito angustiante pra mim e eu tinha uma energia de “foda-se todo mundo”, entende? Hoje em dia, sinto que existe uma calma dentro de mim para atingir o meu objetivo final que é fazer com que as pessoas amem a si próprias. Quero que as pessoas sejam apaixonadas pelos seus verdadeiros eus – que é uma jornada que eu estou vivendo, particularmente. Eu acho que hoje a minha política é compartilhar com o mundo essa minha jornada, principalmente numa realidade em que as pessoas mais novas estão navegando num universo cada vez mais superficial – coisa que muitas celebridades contribuem para acontecer. E eu tenho muito orgulho de ser eu mesma, mesmo que eu não seja perfeita e maravilhosa o tempo todo, eu acho que o importante é: honre o processo de crescimento e amadurecimento. É sobre mostrar para os outros que está tudo bem em não ser perfeito o tempo todo e sempre manter o pensamento e o coração aberto para novas possibilidades e ideias. 

 

Claro! E eu preciso perguntar de como você está em relação à mudança da presidência americana na última semana [risos]!

[Risos] Eu devo dizer que estou muito grata que o Trump não está mais no poder porque ele era uma pessoa muito imprudente, divisiva e um idiota patético. Entretanto, não sou cega! O Biden e a Kamala Harris têm um histórico bem obscuro e cheio de merda… Considero muito da política americana como ótica, então estamos acostumados em lidar com políticos que sempre falam o que os outros querem ouvir – e nesse ponto, por mais que o Trump é um idiota, fez e falou coisas atrociosas e foi uma aberração, ele falava o que pensava e isso foi um choque, porque, presidentes antes dele eram e faziam coisas tão horríveis quanto ele, sabe? Eles só se escondiam por trás de discursos que os outros queriam ouvir e estavam acostumados a ouvir. Tipo, o Bush – muita gente não lembra, mas ele destruiu o Oriente Médio e a administração do Obama ajudou nisso também. Eu acho que o Obama fez muito para mudanças sociais, mas mais bombas foram soltas durante a sua administração do que no governo Bush. Então eu acho que uma das coisas mais importantes que eu preciso lembrar dos meus fãs além de eu mesma, é para não ficarmos complacentes que acabamos nos distraindo de novo na política de óticas. Não podemos esquecer da jornada de progresso pela qual estamos passando de responsabilizar as pessoas pelos seus atos, e não só num nível supérfluo, mas também num nível político e internacional – porque eu honestamente acho que as pessoas não têm noção do prejuízo que causamos fora da América do Norte. É o que eu te disse: não sou cega. Eu tenho esperanças de que o Joe e a Kamala irão fazer um bom trabalho pelo fato de que as pessoas estão mais vigilantes hoje em dia, depois da desgraça que o Trump foi. Vi que o Joe Biden já fez umas mudanças sociais, então acho que ele começou bem, mas não podemos cair na comodidade novamente. 

 

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Lauren Jauregui (@laurenjauregui)

As pessoas precisam responsabilizar figuras de autoridade. E tipo, na história do mundo, os políticos não se importam com o povo! Vivemos numa sociedade que é controlada por corporações e temos que ser muito reais sobre isso, o que não vai mudar porque a figura no poder mudou, sabe? Principalmente levando o fato de que [o Biden] é uma pessoa que mantém uma aparência decente. Não quero me perder numa América que acha que o pior acabou, que podemos descansar e que as coisas estão de volta ao normal. As coisas nunca foram normais! Pessoas negras são mortas, vítimas do gencídio desde à escravidão e isso nunca parou. Ainda temos centro de detenção para imigrantes funcionando e que removem o útero de mulheres sem o consentimento delas. Crianças separadas dos seus pais e perdidas num sistema sem fundamento. Enfim, tudo isso existe e eu não quero e não posso esquecer disso ao ponto de parar de incentivar progresso! Acho que essa é a coisa mais importante… 

Com certeza! A minha última pergunta–

Eu exagerei naquela resposta, desculpa!

Que isso! A sua resposta foi incrível [risos]! Minha última pergunta é uma batalha de memes, qual é o melhor: o Bernie Sanders sentado na festa de inauguração do Biden ou os de “Lento” que os seus fãs fizeram? 

[Risos] Eu estou genuinamente surpresa que ainda não fizeram uma mistura dos dois! De verdade! 

Eu vou fazer pra você e te mando, pode ser?

[Risos] Muito obrigada! Sim! Um meme dele sentado e segurando a capa do single, algo assim…

Deixa comigo!

 

***

 

Se a Lauren pediu, tá feito: 

 

Ouça “”Lento” feat. Pabllo Vittar [BRABO REMIX]” nas plataformas:

Spotify | Deezer | Apple Music

 

 

O post Uma conversa com Lauren Jauregui sobre Pabllo Vittar, álbum solo, política, fãs, e claro, memes brasileiros! apareceu primeiro em PAPELPOP.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.