Ads Top

Bárbara Paz fala sobre eliminação de “Babenco” em disputa pelo Oscar

O filme estava elegível para concorrer a Melhor Documentário e Melhor Filme Internacional (Divulgação)

A produção escolhida para representar o Brasil no Oscar, “Babenco – Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou“, está oficialmente fora da disputa pela estatueta de Melhor Filme Internacional. A eliminatória foi confirmada por meio da pré-lista de indicados à premiação, divulgada ontem (09) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

Após a notícia da eliminação, a diretora Bárbara Paz publicou o vídeo de uma linda paisagem da Bahia em sua conta do Instagram para dizer que segue “captando a vida e o que ela tem de mais belo”.

“Quero agradecer imensamente a todos que fizeram parte desse coração Babenquiano, me ajudando a fazer essa campanha voar o mundo. Agora esse coração não para de bater jamais (seja onde ele estiver) de orgulho e agradecimento. Muito obrigada”, escreveu a diretora na legenda.

Para finalizar, ela garantiu que “esse é só o primeiro filme! Essa é uma linda história de amor que tá só começando”.

No final de janeiro, “Babenco” fora anunciado como elegível às categorias de Melhor Documentário e Melhor Filme Internacional. Isso significa que o longa atendeu a uma série de procedimentos e requisitos obrigatórios da Academia para concorrer a uma indicação. Mas, ao passar pela nova votação, o doc ficou fora da disputa pelas estatuetas.

O processo para a escolha dos indicados – e, posteriormente, vencedores – é bastante longo e complexo. Envolve sessões de votação, milhares de membros da Academia, centenas de produções e diversos atores, atrizes, diretores, editores e outros especialistas da indústria cinematográfica.

A recente pré-lista do Oscar revelou os candidatos de nove categorias. Confira:

Melhor Documentário
“76 Days”
“All In: The Fight for Democracy”
“Boys State”
“Collective”
“Crip Camp”
“Dick Johnson Is Dead”
“Gunda”
“MLK/FBI”
“The Mole Agent”
“My Octopus Teacher”
“Notturno”
“The Painter and the Thief”
“Time”
“The Truffle Hunters”
“Welcome to Chechnya”

Melhor Filme Internacional
“Another Round”
“Better Days”
“Charlatan”
“Collective”
“Dear Comrades!”
“I’m No Longer Here”
“Hope”
“La Llorona”
“The Mole Agent”
“Night of the Kings”
“Quo Vadis, Aida?”
“Sun Children”
“Two of Us”
“A Sun”
“The Man Who Sold His Skin”

Melhor Maquiagem e Penteados
“Birds of Prey and the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn”
“Emma.”
“The Glorias”
“Hillbilly Elegy”
“Jingle Jangle: A Christmas Journey”
“The Little Things”
“Ma Rainey’s Black Bottom”
“Mank”
“One Night in Miami”
“Pinocchio”

Melhor Trilha Sonora Original
“Ammonite”
“Blizzard of Souls”
“Da 5 Bloods”
“The Invisible Man”
“Jingle Jangle: A Christmas Journey”
“The Life Ahead (La Vita Davanti a Se)”
“The Little Things”
“Mank”
“The Midnight Sky”
“Minari”
“Mulan”
“News of the World”
“Soul”
“Tenet”
“The Trial of the Chicago 7”

Melhor Canção Original
“Turntables” (“All In: The Fight for Democracy”)
“See What You’ve Done” (“Belly of the Beast”)
“Wuhan Flu” (“Borat Subsequent Moviefilm”)
“Husavik” (“Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga”)
“Never Break” (“Giving Voice”)
“Make It Work” (“Jingle Jangle: A Christmas Journey”)
“Fight For You” (“Judas and the Black Messiah”)
“lo Sì (Seen)” (“The Life Ahead (La Vita Davanti a Se)”)
“Rain Song” (“Minari”)
“Show Me Your Soul” (“Mr. Soul!”)
“Loyal Brave True” (“Mulan”)
“Free” (“The One and Only Ivan”)
“Speak Now” (“One Night in Miami”)
“Green” (“Sound of Metal”)
“Hear My Voice” (“The Trial of the Chicago 7”)

Melhores Efeitos Especiais
“Birds of Prey and the Fantabulous Emancipation of One Harley Quinn”
“Bloodshot”
“Love and Monsters”
“Mank”
“The Midnight Sky”
“Mulan”
“The One and Only Ivan”
“Soul”
“Tenet”
“Welcome to Chechnya”

Melhor Curta-metragem de Animação
“Burrow”
“Genius Loci”
“If Anything Happens I Love You”
“Kapaemahu”
“Opera”
“Out”
“The Snail and the Whale”
“To Gerard”
“Traces”
“Yes-People”

Melhor Documentário de Curta-Metragem
“Abortion Helpline, This Is Lisa”
“Call Center Blues”
“Colette”
“A Concerto Is a Conversation”
“Do Not Split”
“Hunger Ward”
“Hysterical Girl”
“A Love Song for Latasha”
“The Speed Cubers”
“What Would Sophia Loren Do?”

Melhor Curta-metragem em Live Action
“Bittu”
“Da Yie”
“Feeling Through”
“The Human Voice”
“The Kicksled Choir”
“The Letter Room”
“The Present”
“Two Distant Strangers”
“The Van”
“White Eye”

O post Bárbara Paz fala sobre eliminação de “Babenco” em disputa pelo Oscar apareceu primeiro em PAPELPOP.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.